dicas de tapetes

Dicas para combinar tapetes em sua casa

dicas de tapetes Comprar tapetes não é algo, digamos, fácil. Tem a espessura, a cor, a categoria do tapete. Escolho um kilim ou vou logo naquele modelo felpudo, bom para se esparramar no chão? Quando se fala em cores e estampas então... Aí complica muito. Será que o tapete vai combinar com a cortina? E com o sofá? Vai ornar com as almofadas? Para não se perder nesse mar de dúvidas, algumas dicas para acertar na hora de escolher o seu favorito:
  1. Se você faz a linha básica... Tapetes lisos são curingas por natureza. Nos dão a liberdade de escolha para ousar na estampa de poltronas, almofadas e até cortinas, por que não?
  2. Já se ousadia é teu nome... Tapetes estampados conferem estilo a qualquer ambiente. Ainda mais se você mergulhar de cabeça na tendência decorativa do momento: misturar estampas variadas de tapetes e criar sobreposições malucas, do tipo colocar um tapete zebrado sobre um persa vintage. Amo!
  3. A palavra conforto é essencial no seu dicionário de decoração? O tapete é uma extensão do seu sofá? Modelos felpudos e lisos são feitos sob medida para você.
  4. Tapetes rústicos, como os de sisal ou palha, ficam bons em ambientes de passagem, preferencialmente em casas de veraneio. Evite a escolha para salas de estar ou quartos. Impossível andar descalço sobre esse tipo de tapete e ser feliz ao mesmo tempo.
  5. Se você é clean... Tapetes de pelo de vaca são neutros e combinam com ambientes minimalistas
  6. Estampas de bicho, geralmente reproduzidas em tapetes de pelúcia são especialmente divertidas em quartos de crianças.
  7. Tapetes de listras são quase tão neutros quanto os lisos. Dependendo da cartela de cores, não entram em conflito com outras estampas e ainda conferem aconchego extra ao ambiente.